Blog

blog

Como planejar um orçamento familiar e melhorar sua economia?

Planejar um orçamento familiar nem sempre é algo que passa pela cabeça dos brasileiros. O que muitos não sabem, no entanto, é que ao fazer um planejamento você organiza as finanças da casa e promove uma boa economia e um maior aproveitamento do dinheiro, de uma maneira bem mais simples.

Quando elaboramos um orçamento familiar, precisamos pensar em quais são nossos objetivos e onde podemos economizar nas despesas. Para lhe ajudar como isso, separamos aqui 3 dicas práticas! Confira:

Organize as despesas e receitas

O ideal é organizar as despesas da sua casa da seguinte forma:

  1. despesas fixas (água, luz, telefone, aluguel, internet, supermercado);
  2. despesas variáveis (imprevistos, passeios, presentes);
  3. receitas fixas (salários, aposentadoria);
  4. receitas variáveis (comissões, trabalhos freelancers etc.).

Após definir tudo o que entra e o que sai, é importante entender como controlar os gastos e administrar bem o valor que entra. Dessa forma, será muito mais fácil garantir uma boa economia no final do mês.

Corte despesas

Para elaborar um orçamento familiar, é preciso cortar algumas despesas — e essa é, com certeza, a parte mais difícil. Porém, cortar esses gastos supérfluos começa a ficar mais fácil conforme você os anota com uma frequência maior.

Imagine que, durante suas anotações, você perceba que há um gasto mensal de R$ 300,00 com a conta de telefone celular, todo mês. Isso significa uma despesa recorrente e cujo valor é alto, já que pode ser considerado certa de 10 a 20% da renda familiar total. 

Como a família dispõe de outras formas de comunicação — como a internet, por exemplo —, seria melhor transformar esse gasto em despesa fixa ou trabalhar para reduzi-lo?

Outros exemplos que podemos citar são:

  • eliminar refeições feitas fora de casa e optar por marmitas ou cozinhar mais para a família;
  • alugar filmes ou assinar serviços em vez de ir ao cinema com frequência;
  • trocar o banho do pet em locais especializados por banhos em casa.

Pense antes de gastar

Antes de adquirir qualquer produto, pondere se há uma real necessidade por trás da sua compra. Inclusive, há sempre alguém na família conhecido por comprar demais, certo? Pois é nessa pessoa que você precisa focar para que os gastos sejam reduzidos.

Procurem sempre andar com dinheiro vivo e evitar os cartões de créditos para frear os gastos, já que esse costuma ser um dos prejuízos mais altos das famílias atualmente. Não é à toa: você passa o cartão e esquece que já o passou diversas vezes antes no mesmo mês — assim, a fatura chega mais alta do que o esperado.

Enfim, depois de ver como é fácil montar um orçamento familiar e como ele traz grandes benefícios para a sua renda, analise se você já aplica nossas dicas em sua residência. Caso contrário, pense a respeito e veja o que está lhe impedindo de ter um dinheiro sobrando no final do mês! Como vimos, você só tem a ganhar com isso.

E então, o que você achou do nosso post? Se gostou, não deixe de conferir também estas 4 dicas de ouro para manter sua casa organizada!

10/

08